Notícias

Juíza lança livro com nova abordagem sobre violência psicológica

single-image

A juíza Ana Luísa Schmidt Ramos lançou na noite de ontem (16/10) o livro “Violência Psicológica Contra a Mulher: o Dano Psíquico Como Crime de Lesão Corporal”. O tema abre discussão quanto à violência de cunho psicológico, pouco observada no debate social e é resultado de sua formação adicional em Psicologia. O lançamento aconteceu na abertura do 1º Seminário Estadual de Enfrentamento da Violência contra a Mulher, no Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

“Quando falamos da violência contra as mulheres, lembramos a imagem da mulher machucada fisicamente, com seu rosto machucado, um braço quebrado. Lembramos os feminicídios. Mas tem essa forma de violência que, por muito tempo, ficou em silêncio”, destacou Ana Luísa. Ela apresentou o ciclo da violência, segundo a psicóloga americana Lenore Walker, dividido em três fases: fase de tensão, de agressão e de calma. Para a magistrada, a dificuldade de a mulher escapar destes ciclos está na violência psicológica. “Para sair de uma situação de violência doméstica, tem que ter esperança de que o lugar para onde você vai é melhor, mas nem sempre isto e possível”, afirmou.

Em relação ao tema do livro, demonstrou satisfação por quebrar paradigmas ao citar recente decisão do juiz Marcelo Volpato, do Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Ele acolheu denúncia do Ministério Público e condenou um réu por crime de lesão corporal a partir da constatação de dano psíquico da vítima.

Fotos – Sandra de Araujo/Comunicação AMC