Notícias

Novos Caminhos: 810 adolescentes formados e 203 no mercado de trabalho

single-image

A comarca de Joinville promoveu, na sexta-feira (8/11), homenagem aos adolescentes acolhidos pelo programa Novos Caminhos que frequentaram os cursos oferecidos ao longo deste ano. E um dado divulgado pelo 2º vice-presidente da Associação dos Magistrados Catarinenses – AMC, desembargador aposentado Alcides dos Santos Aguiar, mostra a importância do programa: desde 2013, 810 jovens já concluíram os cursos profissionalizantes e destes, 203 já ocupam seu espaço no mercado de trabalho. “Muitos Estados estão de olho neste programa oferecido anualmente aos jovens. Este é o resultado a ser comemorado pelo esforço e empenho de todos”, frisou Alcides Aguiar.

O juiz Márcio Renê Rocha, diretor do Fórum de Joinville, fez coro ao desembargador. “Um sonho sonhado junto torna-se realidade”, comentou. Ele fez questão de registrar a sensibilidade e o apoio da indústria e do comércio catarinenses na abertura de portas a estes jovens, com o oferecimento de vagas de estágio, aprendizado e trabalho.

Aprendizado

Os jovens selecionados têm mais de 14 anos e estão em situação de acolhimento institucional. As aulas são uma parceria entre o Sistema Fiesc, Fecomércio (Senai, Sesi e Senac) e Sebrae. Dagliane Martins de Lima, de 16 anos, disse que esta é uma experiência que levará por toda sua vida. “Estes ensinamentos me ajudaram muito neste ano e me auxiliaram a chegar onde estou hoje. Sou grata pelos professores e coordenadores”, agradeceu a adolescente.

Já Diolinda Bittencourt Rouviaro, de 17 anos, afirmou que o curso foi muito interessante e importante. “Tivemos aulas de boas maneiras, de como se portar na empresa, trabalho do dia a dia e muitos outros itens que achei ótimos. Quero ser fotógrafa e vou continuar fazendo cursos de aprendizado para minha vida”, destacou.

O gerente geral do Sesi/Senai, Daniel de Aviz, incentivou os jovens a persistir e buscar mais conhecimento como forma de auxiliar na inserção ao mercado de trabalho. O juiz Walter Santin Júnior, da comarca de Itapoá, enfatizou aos jovens que todos vão encontrar muitos obstáculos, mas que não devem desistir de seus sonhos. “É bom também que tenham boas companhias ao seu redor”, aconselhou o magistrado.

Desenvolvimento de Potencialidades

O Novos Caminhos visa desenvolver as potencialidades dos adolescentes e, com isso, contribuir para sua autonomia. Através do programa, eles são encaminhados para cursos profissionalizantes e, depois, são verificadas as possibilidades de encaminhamento para o mercado de trabalho.

O programa é resultado de parceria da Coordenadoria Estadual da Infância e da Juventude (Ceij) do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, com a Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) e a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc). Também integram o Novos Caminhos a Ordem dos Advogados do Brasil de Santa Catarina (OAB-SC), o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio), a Associação Catarinense de Medicina (ACM) e a Fundação de Estudos Superiores de Administração e Gerência (Fesag).

– Com informações da Assessoria de Imprensa do TJSC

– Fotos – Thiago Dias/Comarca de Joinville