Untitled Document
   
conheca ent-judiciario associados esmesc sala-imprensa
Confraternizações marcam fim de ano nas Coordenadorias Regionais da AMC
20/12/2017 - 14:12:36   No. Acessos: 73

Magistrados de todo o Estado e seus familiares participaram neste final de ano das tradicionais confraternizações em suas respectivas regiões promovidas pelas Coordenadorias Regionais da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC). Os encontros, sempre marcados pelo clima de descontração e fraternidade, contribuem para unir ainda mais os Juízes catarinenses.

Ao todo, são 14 coordenadorias espalhadas pelo Estado, que têm como propósito reunir os Magistrados em cada região para discutir assuntos de interesse da classe. Todas as reuniões são registradas em atas, que são encaminhadas posteriormente à diretoria da entidade, para que esta possa dar o devido encaminhamento aos pleitos da classe.

O Juiz Renato Guilherme Gomes Cunha, coordenador da 10ª Coordenadoria (Florianópolis), destaca que os encontros são importantes, na medida em que aproximam e estimulam os colegas a estarem mais unidos para enfrentar as adversidades do dia a dia. “Atravessamos um momento bastante difícil, seja pela alta carga de trabalho, pressão por mais resultados, incompreensões por parte da opinião pública em relação à atividade judicante e também os ataques de certos setores ao nosso trabalho e às nossas prerrogativas, numa clara tentativa de enfraquecer a Magistratura para atender interesses nada éticos e legítimos. Mais do que nunca, precisamos estar juntos para enfrentar tais desafios”, ressaltou.

A coordenadora da 1ª Coordenadoria (Blumenau), Juíza Cibelle Mendes Beltrame, também destaca a importância dos encontros. “Mais um ano se passou e os encontros mensais dentro das coordenadorias, servem para além de fortalecer vínculos de amizade, o debate de temas que afligem o dia a dia dos Magistrados e questões de âmbito coletivo que precisam da constante atenção e vigilância de toda classe. Parabéns à direção da AMC por incentivar e manter esses encontros, que viabilizam a participação associativa de todos os associados nas mais diversas Comarcas”, sublinhou.