Untitled Document
   
conheca ent-judiciario associados esmesc sala-imprensa
Encerramento da XII Semana pela Paz em Casa expõe preocupação com crimes de feminicídio em SC
30/11/2018 - 19:11:33 - Autor: Sandra de Araujo / Assessoria de Imprensa da AMC   No. Acessos: 25

O aumento no número de crimes de feminicídio em Santa Catarina foi a maior preocupação manifestada na tarde de hoje (30/11) no encerramento da XII Semana pela Paz em Casa, em solenidade realizada na Sala de Sessões Teori Zavascki. A apreensão foi manifestada pela desembargadora Salete Sommariva, que responde pela Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar – Cevid, ao destacar de que agosto deste ano até agora, foram registrados 33 casos de feminicídio no Estado. Este tipo de crime perde apenas para o tráfico de drogas, atualmente, segundo a magistrada.

Para que haja redução nestas ocorrências, Sommariva defendeu a educação como um dos pontos principais, através de convênio assinado entre o Tribunal de Justiça, a Corregedoria-gerla da Justiça e a Secretaria de Educação do Município. Esta iniciativa já treinou 180 professores, diretores e pedagogos da rede pública municipal, para que possam detectar situações de violência familiar por alunos em suas casas.

Sommariva defendeu, ainda, o atendimento especializado e reeducação do agressor, já que muitas vezes ele cumpre a pena e volta a ameaçar. Nestas situações, ele necessita de tratamento para reverter a situação de acordo com o problema que dá origem às agressões. Na maioria das vezes, envolve alcoolismo e uso de drogas, além do machismo ainda enraizado na sociedade, avaliou a desembargadora.

O discurso da magistrada foi endossado pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Henry Petry Junior, que destacou o fato de Santa Catarina liderar proporcionalmente o quadro do cometimento de feminicídio como “estarrecedor e preocupante”. Ele defendeu o trabalho conjunto das instituições públicas, entidades e segurança pública para solucionar o problema. “Nós do Judiciário estamos fazendo o que nos é possível, com extraordinário esforço de servidores e magistrados”, afirmou.

A solenidade teve a participação da presidente da Associação dos Magistrados Catarinenses – AMC, e contou com a apresentação de seis vídeos de experiências boas práticas desenvolvidas em várias comarcas de Santa Catarina.

Fotos - Sandra de Araujo /Assessoria de Imprensa da AMC