Notícias

Ensaio da Copa Lord contagia público na Sede Balneária

single-image

Copa_Lord13Bateria e passistas da escola de samba…

… contagiaram o público presente, inclusive crianças…Copa_Lord14

Copa_Lord32e adultos de todas as idades

Juízes e familiares não resistiram ao ritmo frenético da bateria da Copa Lord e caíram no samba na noite de terça-feira, 18 de janeiro, na Sede Balneária da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC). A alegria sonora de pandeiros, cavacos, reco-recos, bumbos e tamborins contagiou as centenas de crianças, adultos e adolescentes de todas as idades presentes ao ensaio da escola de samba 18 vezes campeã do Carnaval de Florianópolis.

”Os magistrados são conhecidos pelo distanciamento em relação ao povo. Mas essa iniciativa da Associação dos Magistrados Catarinenses, de trazer a comunidade do Morro da Caixa para dentro de sua ‘casa’, mostra que em Santa Catarina os juízes têm uma postura diferente”, enalteceu o Diretor de Harmonia da Copa Lord, Denílson Machado, durante o intervalo do ensaio.

A folia pré-carnavalesca foi completa. Na primeira parte do ensaio, os integrantes da escola de samba entoaram o hino da Copa Lord e o samba-enredo preparado pela agremiação para o Carnaval 2005: Maravilhoso Mundo do Pescador, sua Vida, seu Folclore – Cruzeiro do Sul. Na segunda etapa, sambas-enredos de outras grandes escolas, como Imperatriz Leopoldinense e Mangueira, mantiveram a animação do público presente.

Durante todo o ensaio, passistas-mirins e da Velha Guarda da Copa Lord proporcionaram um espetáculo à parte de puro ”samba no pé”. Outro destaque foram as evoluções da bateria da escola, que, comandada pelo Diretor de Bateria, ”mestre Ango”, ensaiou as coreografias que prometem contagiar a passarela Nego Quirido.

”A nossa idéia é aproximar a Copa Lord de todas as camadas sociais e mostrar que escola de samba é cultura. E, através de parcerias como esta feita com a AMC, estamos conseguindo isso. Tem pessoas que não saem na escola de samba por vergonha e, nesse ensaio, nós demos uma demonstração de que isso tem que acabar”, acrescentou, em entrevista após o ensaio, o Presidente da Copa Lord, Júlio dos Santos Neto.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da AMC