Notícias

TJSC publica Revista da Jurisprudência Volume 103

single-image

A Revista Jurisprudência Catarinense (JC), volume 103, acaba de ser colocada à disposição dos leitores para aquisição. Ela pode ser adquirida, pessoalmente, no Centro de Atendimento e Informações do Tribunal de Justiça, ou, ainda, através do fone-fax 048-221-1153 e/ou e-mail ddi@tj.sc.gov.br. O Desembargador Anselmo Cerello, 1º Vice-Presidente do TJSC, preside a Comissão de Jurisprudência, integrada pelos Desembargadores Antonio do Rêgo Monteiro Rocha (Coordenador), Fernando Carioni e Salim Schead dos Santos.

Com o objetivo de auxiliar os estudantes de Direito e a classe jurídica, a revista de número 103 trouxe diversas inovações gráficas, com entendimentos jurisprudenciais por órgãos julgadores, noticiário, apresentação, todas as súmulas do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e índice onomástico. Não bastasse isso, a JC traz em seu bojo importantes artigos doutrinários de cultores do Direito e de pareceristas de renome nacional: Alcides Munhoz da Cunha, Alexandre Pontieri, Antônio Carlos Chedid, Antônio Carlos Facioli Chedid Júnior, Cláudio Gueiros Maia, Ernani Guetten de Almeida, Fábio Ulhoa Coelho, Francisco Luciano Lima Rodrigues, Hildebrando Campestrini, Juan Augusto de Oliveira, Leoberto Baggio Caon, Olavo Rigon Filho, Pedro Manoel Abreu, Ruy Samuel Espíndola, Sérgio Roberto Baasch Luz, Volnei Carlin, Péricles Prade, Kiyoshi Harada e Celso Leal da Veiga Júnior.

A revista JC, voltada para a cultura jurídica catarinense e nacional, será distribuída em todos os estados brasileiros, entre tribunais, seccionais da OAB, instituições de ensino, Assembléias Legislativas, Congresso Nacional e Universidades de países de língua latina. Com tiragem de 3.500 exemplares, a Revista JC, segundo seus coordenadores, continuará em sua caminhada auxiliando a classe estudantil, os profissionais do direito e os cultores da ciência jurídica a exercerem o Direito como instrumento da ordem jurídica e da paz social. Decorrente do trabalho de funcionários da Diretoria de Documentação e Informações (DDI) do Tribunal de Justiça do Estado, a JC não objetiva lucro e está à disposição do público pelo preço de custo – R$ 20,00.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da AMC