Notícias

Magistradas catarinenses integram comissões no CNJ

A juíza catarinense Ana Cristina Borba Alves, titular da vara da Infância e da Juventude da comarca de São José, foi nomeada para integrar o Fórum Nacional da Infância e da Juventude (Foninj) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O Fórum orienta os trabalhos desenvolvidos por todas as Coordenadorias estaduais da área e elabora políticas públicas no âmbito do Poder Judiciário para aprimorar a prestação dos serviços prestados na infância e juventude.

A magistrada acredita que o surgimento do Fórum, em 2016, foi um grande avanço para a área. “Essa foi uma reivindicação de diversas frentes nacionais que atuam na defesa dos direitos das crianças e adolescentes”, relembra. A juíza espera que o espaço seja uma oportunidade para troca de conhecimento e aprimoramento dos serviços jurisdicionais prestados na área. “Quero mostrar o programa Novos Caminhos e a Coordenadoria da Infância e Juventude do TJSC para o CNJ e trocar conhecimento com os demais juízes que atuam nessa demanda”, explica. 

Leia mais: Saiba quais foram as ações do programa Novos Caminhos em 2020

No mês passado, a desembargadora Denise de Souza Luiz Francoski também foi nomeada para representar Santa Catarina no CNJ. Ela participa do Grupo de Trabalho dedicado à estudos para a adequação dos Tribunais de todo o país à Lei Geral de Proteção de Dados. Em SC, a magistrada é coordenadora do Comitê Gestor de Proteção de Dados que auxilia o PJSC nos assuntos que envolvem a Lei.

*Imagem: Divulgação TJSC